Menu

Notícias

ACADEMIA RBEIRÃOPRETANA DE LETRAS NA BIBLIOTECA DO REGATAS

20 nov 2017

ARL- ACADEMIA RBEIRÃOPRETANA DE LETRAS

NA BIBLIOTECA DO REGATAS

A Diretoria e acadêmicos da ARL – Academia Ribeirãopretana de Letras realizou manhã literária na Biblioteca do Clube de Regatas, no domingo, dia 19 de novembro de 2017, das 10 às 11 horas da manhã, em comemoração aos 70 anos da instituição.

A presença dos acadêmicos Waldomiro Peixoto, Rita Mourão, Alexandre Azevedo e Antonio Carlos Tórtoro (que receberam placas indicativas, com seus poemas, no espaço ao redor da biblioteca), será a 117ª. de uma série que o conselheiro e colaborador, escritor Antônio Carlos Tórtoro tem levado ao Regatas em um dos finais de semana de cada mês, com o objetivo de incentivar a leitura e apresentar aos regateiros escritores de Ribeirão Preto e região.

O evento teve a cobertura da TV Regatas que registrou as palavras do Presidente do Regatas, Waldo Da Col, do Diretor, Ailton Pereira, do futuro Vice-presidente da ARL, escritor Waldomiro Peixoto e do escritor Alexandre Azevedo.

Histórico

Registros históricos revelam que a Academia Estudantina de Letras foi criada no dia 23 de outubro de 1947 e transformou-se em Academia Ribeirãopretana de Letras em 9 de junho de 1951, sob a presidência de José Paschoal do Rosário. Os fundadores eram estudantes, poetas, cronistas, todos idealistas, que acreditavam na possibilidade de salvar o mundo pela cultura: José Jardim Moreira, Emília Ferreira da Matta, Saulo Ramos, Aparecido Alécio Schiavon, José Wilson Seixas Santos, Renato Martone, Percival Bacci, Edson de Mello, José Paschoal do Rosário, Theresa Dorothéa de Arruda Rego, José Tupinambá e Olívia Alves dos Santos.

O objetivo da entidade, nas palavras de Saulo Ramos, era trocar reflexões e criações literárias, para levá-las às escolas, com o ideal sonhador de recrutar os jovens para a fascinante atividade da cultura e da instrução. Presidida atualmente pelo escritor Marcos Zeri Ferreira, a Academia mantém suas atividades literárias congregando seus membros em encontros rotineiros que colocam a produção da escrita e o debate dos livros em evidência.

Durante o evento ficaram expostas as Bandeiras do Clube de Regatas e da ARL, e foram apresentadas aos presentes as duas Antologias da ARL : a de 2002 e a de 2012 que registram trabalhos de diversos membros que fizeram e fazem essa história que completou 70 anos em 23 de outubro de 2017.

No encerramento, os poetas homenageados nas placas indicativas do local da Biblioteca tiraram fotos junto aos seus respectivos versos.

Prestigiaram o evento o Presidente do Clube de Regatas, Waldo Da Col, os diretores Ailton Pereira e Luiz Carlos Guimarães Collucci, as bibliotecárias Deise e Laís, o fotógrafo Rod Tórtoro, do Grupo Amigos da Fotografia e associados do Clube.
A Diretoria do Regatas, ofereceu aos presentes um bolo com as velinhas de 70 anos da ARL, e também, como de costume, serviu o tradicional café da manhã aos presentes.

A bibliotecária Laís recebeu exemplar do livro O Menino que Vendia Sonhos, das mãos do autor, Alexandre Azevedo — que veio enriquecer o acervo de mais de dois mil títulos.

 Fotos de Lu Degobbi – Grupo Amigos da Fotografia